Tecnologia OCR: 3 dicas valiosas de boas práticas para usá-lo com sucesso!

Hoje em dia, a tecnologia está nos proporcionando tantos avanços e melhorando cada dia mais como realizamos nossas atividades. Por isso, não podemos desperdiçar as chances de melhorar os nossos processos. A tecnologia OCR vem muito ao encontro dessa evolução, facilitando (e muito) a extração de informações de documentos e imagens.

Porém, nem tudo são flores, como já diria o ditado. Para que você tenha sucesso no emprego desse recurso, é preciso ficar atento a algumas orientações. É justamente sobre isso que eu falo no texto de hoje. Quer saber mais? Então, me acompanhe!

A tecnologia em avanço

Se pararmos agora e voltarmos um pouco no tempo, vamos ver que pensávamos que extrair um pedaço de uma informação de uma imagem era incabível, não é mesmo? Afinal de contas, a grosso modo, um arquivo de texto é muito diferente de uma imagem.

Hoje, já partimos do princípio de que o céu é o limite para a tecnologia. Sempre inovando e trazendo novas facilidades e funcionalidades. O mesmo ocorre com o OCR. Embora seja uma tecnologia já pensada há bastante tempo, ela ainda está em evolução e por isso alguns cuidados são importantes para que você tenha sucesso na extração.

 

Dica nº 1: Qualidade da imagem

Independentemente do tipo de OCR ou da aplicabilidade que você esteja usando, no final das contas, ele está extraindo uma informação de uma imagem, seja uma foto ou um arquivo digital. Por isso, para que você minimize a probabilidade de ocorrer um erro no processo de extração, é fundamental que sua imagem tenha uma boa qualidade.

Atentar-se para a resolução, nitidez e luminosidade são pontos fundamentais. Além disso, lembre-se de que o OCR foi desenvolvido para extrair informações de documentos em preto e branco. Portanto, converter a imagem para essa especificação também é muito importante.

Dica nº2: Tempo de processamento

O reconhecimento do documento e a extração da informação pela tecnologia pode levar alguns segundos. Por isso, entenda qual o impacto desse tempo de processamento no seu processo como um todo.

Um dos maiores erros que vemos pelo mercado a fora é justamente esse. Em geral, se prepara toda a estrutura tecnológica, mas se esquece de considerar o período de tempo necessário para essa fase do processo.  Assim, aquilo que havia sido pensado para melhorar a execução da atividade, acaba prejudicando todo o andamento do processo por um detalhe não calculado.

Dica nº 3: Recursos computacionais

Lembre-se, se a qualidade da imagem e o tempo de processamento são fundamentais, a sua estrutura computacional tem que estar à altura. De nada adianta ter a qualidade perfeita e o tempo super bem estimado se seus recursos computacionais não acompanharem o processo.

Por isso, invista em uma estrutura elástica, tanto para processamento quanto para armazenamento. Para essa última, utilizar uma estratégia de expurgo também é uma boa solução.

Baixe nosso e-book e descubra muito mais!

Se você quer saber mais sobre a tecnologia OCR, onde pode ser usada, tipos, e muito mais, baixe nosso e-book.

Ele foi desenvolvido para ser seu guia sobre essa maravilha chamada OCR!

 

Espero que eu tenha conseguido contribuir um pouquinho. Que tal dividir conosco seus comentários no chat? Vou adorar! Fique à vontade!

Até mais!

Sobre o autor
Meu nome é David de Freitas Neto. Sou matemático, possuo MBA em Gestão de Projetos pela FIAP e especialização em estratégia avançada de negócios pela Universidade de LaVerne, na Califórnia. Desde 2001, atuo na área de tecnologia, em projetos e produtos voltados para gestão documental (GED/ECM), workflow (BPM) e câmbio. Possuo algumas certificações na área de processos, projetos e documentos: CBPP pela ABPMP, CDIA+ pela CompTIA (arquiteto de document-imaging) e ECM Implementation Specialist pela AIIM, além de outras na área de projetos e TI (Scrum, Devops e ITIL). Já tive a honra de liderar a equipe responsável pelo projeto premiado em 2016 no Global Awards for Excellence in Business Process Management (escolhido entre os 12 melhores Projetos de BPM do mundo). Sou apaixonado por tecnologia. Sendo assim, tenho como propósito ajudar as empresas a entregar mais valor em seus negócios através de soluções de gestão de processos e informação.

 

Este artigo faz parte da série “Descubra o OCR” originária do e-book “Descubra o OCR: Guia completo sobre essa tecnologia”.

Letícia Bragagnolo

View posts by Letícia Bragagnolo
Meu nome é Letícia Mattiuz Bragagnolo. Sou Engenheira Química, formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande Sul - PUCRS. Possuo Especialização em Gestão Estratégica de Negócios pela mesma instituição. Meu foco profissional é desenvolver melhorias de processos e por este motivo já atuei em muitas das diversas áreas de um negócio: qualidade, comercial, suporte, financeiro, contábil, recursos humanos, entre outros, sempre com um único objetivo: ofertar serviços ou produtos que tragam satisfação ao cliente. Adoro ler e estar informada sobre as mudanças que impactam o mercado e o que me move é a paixão por processos, qualidade e pessoas.