3 razões para adotar Robotic Process Automation (RPA) na sua empresa!

Guest post produzido pela equipe da Yank! Solutions.

Robotic Process Automation, ou simplesmente RPA, nada mais é do que a automação de processos por meio da robotização. Como assim? Calma, não é coisa de outro mundo não! Essa tecnologia permite que, através da integração entre sistemas, as informações necessárias sejam capturadas automaticamente em um e aplicadas em outro, através do usos de robôs. Assim, facilitamos (e muito) a execução das tarefas no dia a dia.

Assim, um RPA é capaz de padronizar e executar atividades como digitar informações, capturar imagens, inserir dados em campos de texto, entre outras atividades. Assim, essas tarefas são realizadas com maior eficiência e agilidade, reduzindo o tempo gasto pelos desenvolvedores com tarefas triviais. Em termos de produtividade, aplicar um RPA garante maior rendimento das equipes de desenvolvimento.

Neste artigo, vamos entender um pouco mais sobre o uso de RPA e as suas vantagens. Vamos lá?

Se você que saber como integrar o RPA com um BPMS, leia este texto aqui. Nele, você confere 2 vídeos de RPA e BPMS trabalhando juntos!

Razões para aplicar o Robotic Process Automation

1. Aumento de produtividade

O ganho mais claro do uso de um RPA é em produtividade. Afinal de contas, uma vez que as tarefas triviais são delegadas à máquina, permitimos que os desenvolvedores invistam o seu tempo em tarefas mais relevantes. Ainda, a automação reduz as possibilidades de erro humano nos processos, reduzindo os riscos operacionais.

2. Rápido retorno de investimento

A utilização dessa tecnologia para a automação de tarefas traz resultados rápidos para a empresa. Dessa forma, o seu retorno de investimento é constatado após pouco tempo de uso. Por tornar equipes mais eficientes e rentáveis, é possível remanejar os investimentos em mão de obra e aplicar essa verba em outras áreas da empresa. Inclusive, a automação melhora a experiência dos clientes por oferecer atendimento mais rápido e eficiente.

3. Melhora dos processos internos

Outra vantagem do RPA é a melhora dos processos internos. A automação permite melhor análise do fluxo de trabalho e dos dados gerados pelas tarefas executadas. Com isso, é possível gerar relatórios mais precisos e confiáveis, que resultam em melhores processos. Além disso, aliada a um software de BPM, ela melhora o controle e a transparência das atividades realizadas pela empresa.

Veja também:

Relação entre BPM, BPMS e Gestão por Processos

Desafios da implementação do RPA

Apesar de trazer benefícios claros para os negócios, a implementação do RPA exige alguns pontos de atenção. Primeiramente, é preciso ensinar o robô o caminho a ser percorrido. Ou seja, qual informação será capturada, onde será coletada e em que local será colocada. Assim, a tecnologia precisa de um profissional responsável pela instalação e manutenção desse robô.

Outro ponto de atenção é a segurança. O RPA interage com o sistema, da mesma forma que um desenvolvedor o faria. Por isso, o robô precisa ter direitos de acesso ao sistema, ser capaz de instalar e remover programas, por exemplo. Considerando que todo sistema de tecnologia tem vulnerabilidades, os riscos de invasão e controle dessa tecnologia não podem ser ignorados.

E cuidado, RPA não é o mesmo que Inteligência Artificial (IA)! Na IA, se busca desenvolver máquinas e softwares que percebam seu ambiente e tomem decisões baseadas em padrões de comportamento, a fim de maximizarem resultados e as chances de sucesso do seu negócio.


Não fique de fora, o RPA veio para ficar

Concluindo, o uso de Robotic Process Automation é uma tendência forte dentro das empresas. A tecnologia reduz custos operacionais e aumenta a produtividade dos desenvolvedores.

Por interagir diretamente com a interface gráfica, a tecnologia é capaz de executar tarefas em programas e até mesmo configurar aplicações. Contudo, a segurança da informação é um ponto que deve ser observado.

E o que você acha? O RPA é para você? Não deixe de contar a sua opinião nos comentários.

View posts by
Meu nome é Letícia Mattiuz Bragagnolo. Sou Engenheira Química, formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande Sul - PUCRS. Possuo Especialização em Gestão Estratégica de Negócios pela mesma instituição. Meu foco profissional é desenvolver melhorias de processos e por este motivo já atuei em muitas das diversas áreas de um negócio: qualidade, comercial, suporte, financeiro, contábil, recursos humanos, entre outros, sempre com um único objetivo: ofertar serviços ou produtos que tragam satisfação ao cliente. Adoro ler e estar informada sobre as mudanças que impactam o mercado e o que me move é a paixão por processos, qualidade e pessoas.