Cloud: por que usar esse recurso? [Guia completo sobre cloud computing]

Cloud é a abreviação de cloud computing, que em português quer dizer “computação na nuvem”. Basicamente, essa tecnologia permite que você tenha seus aplicativos, sistemas, arquivos e documentos armazenados em um local seguro na Internet.

Em um mundo cada vez mais dinâmico, é necessário estarmos sempre atualizados quanto às novas tecnologias. Já passou o tempo em que tínhamos processos amarrados e engessados por questões de estrutura ou acesso à informação. Nesse contexto, uma boa opção que as empresas podem usar para otimizar seus processos e melhorar seu desempenho é migrar seus dados para cloud, ou nuvem, no bom e velho português.

O cloud não é uma novidade

A utilização de dados em nuvem não é bem uma novidade para você.  Isso porque você já usa o cloud e nem se dá conta. Há uma série de aplicações dessa tecnologia que servem desde o armazenamento de documentos, os famosos repositórios online, até suporte técnico via chat. O cloud está por tudo, no seu meio pessoal e no seu meio profissional.

A opção por soluções em cloud computing é uma alternativa capaz de viabilizar projetos sem investimentos na construção de um data center dedicado, pois cloud computing é o modelo de serviço que coloca a solução instalada numa nuvem privada, segura e confiável, passível de ser acessada remotamente de qualquer lugar bastando apenas ter acesso à internet.

Os tipos de cloud

Também já é de conhecimento geral na área de TI e infraestrutura tecnológica que a sua novem pode ter algumas variáveis, podendo ser público ou privado, além de contar com vários modelos de licenciamento.

Desse modo, a decisão pela solução mais adequada e aderente ao seu negócio envolve um número crescente de pontos de atenção e, cada vez mais, essa decisão é tomada com base nesse conjunto. Além disso, passa, obrigatoriamente, pela análise de diversos itens que influenciarão os rumos de muitas negociações e escolhas. Ou seja, além de entender e optar pela solução mais apropriada, é preciso atentar ao fato de onde a solução será instalada: se no próprio servidor da empresa ou se na nuvem sob a responsabilidade do próprio fornecedor.

O uso do cloud sendo disseminado no mundo corporativo

Desde que gigantes da tecnologia (como Apple e Google) passaram a disponibilizar o serviço de armazenamento na nuvem em suas plataformas, essa tecnologia tem se tornado bastante popular nas empresas mundo a fora. Buscando reduzir custos e poder melhorar a acessibilidade às informações, muitas organizações passaram a migrar seus arquivos e sistemas, ou parte deles, para o cloud.

Além disso, se você pensa que utilizar os recursos do cloud é benéfico apenas para a sua organização, reduzindo os seus custos e melhorando a sua eficiência operacional, sinto informar, mas você está enganado.

O estudo da GeSI já falava nisso…

O estudo da Global e-Sustainability Initiative (GeSI) realizado com 11 países, ainda no ano 2013, comprovou que o uso de serviços de e-mail na nuvem, CRM e groupware podem eliminar as emissões anuais de 4,5 milhões de toneladas de CO2. E o que isso significa? POis bem, na prática, significa que esse volume é equivalente às emissões de 1,7 milhões de veículos rodando nas grandes cidades. Esse total também corresponde a 2% da pegada de carbono total da área de TI nos países pesquisados: Brasil, Canadá, China, República Checa, França, Alemanha, Indonésia, Polônia, Portugal, Reino Unido e Suécia.

Olhando do ponto de vista prático e mais palpável,  e considerando os países analisados pelo estudo da GeSI, podemos dizer que a popularização do uso da nuvem pode permitir uma economia de R$ 2,2 bilhões, sendo que se essa utilização for comum “a maioria das empresas em todo o mundo, seriam eliminadas 9,1 gigatoneladas de emissões de CO2 e economizado US$ 1,9 bilhão apenas com os custos de energia em 2020. Incrível, não?

Por que devo usar uma solução cloud na minha empresa?

Inclusão social, agilidade, flexibilidade e segurança são aspectos beneficiados positivamente pelo modelo de cloud computing de acordo com estudo divulgado pela Microsoft. Somando a isso, o estudo também apontava que a economia proporcionada por esse recurso despertava o interesse das PMEs. Juntas, essas informações podem contribuir com os gestores e as empresas com preocupação social e ambiental na decisão pelo uso de provedor próprio ou de soluções em Cloud Computing.

Ok, mas se você ainda estiver se perguntando “quais as vantagens em migrar minha estrutura para o cloud”, calma! Eu vou te dizer que são muitas. Veja:

1. Segurança

A segurança de dados e informações é um dos atributos que as empresas ​​mais têm buscado nos últimos anos. Com a migração dos seus sistemas, documentos e arquivos para uma nuvem, a segurança aumenta na medida em que é mais difícil ter acesso a eles de forma externa. Isso porque os serviços de computação em nuvem rodam em plataformas eficientes de alta disponibilidade e são gerenciados por especialistas certificados.

Além disso, o acesso aos documentos e informações também pode ser hierarquizado e incorporar ferramentas que dificultem om acesso de pessoas não autorizadas, como biometria, senhas e ferramentas de controle para o acesso de tais espaços, o que aumenta a segurança contra extravio de documentos e informações, além de eliminar o risco de danos. Lembre-se, o conhecimento produzido no interior da sua empresa é um dos seus bens mais valiosos. Portanto, cuide muito bem dele!

Isso sem falar na segurança em caso de falhas do servidor. A tecnologia de nuvem garante que, no caso de um servidor físico falhar, o servidor virtual não será afetado, pois conta com a disponibilidade de uma plataforma de alto desempenho sob responsabilidade do fornecedor do serviço. Nada mal, não é mesmo?

2. Redução de Custos

Esse talvez seja o benefício mais intuitivo. Como a gestão e a manutenção da plataforma são de responsabilidade do fornecedor do serviço, a empresa reduz seus custos operacionais. Também é possível reduzir o investimento em bens de capital fixo (Capex) e os gastos gerais com TI. Outro ponto importante, portanto, é a possibilidade de aliviar a carga da área de TI de administrar aplicações, infraestrutura e usuários de desktop, liberando tempo e recursos para soluções criativas e inovadoras, focada naquilo que de fato agrega valor ao negócio da sua empresa.

Além disso, também vale falar sobre a economia gerada pela estrutura não ser física. Uma vez que a nuvem não necessita de um espaço físico na sua organização, os custos com estrutura e pessoal (sim, pessoal. Não existe um arquivo sem que haja ao menos um responsável por ele…) são reduzidos drasticamente. Dessa forma, você ainda consegue utilizar o seu espaço de forma inteligente e destinada aos objetivos da sua organização. Por fim, vale destacar que alguns serviços de cloud demandam custos, mas a relação custo-benefício ainda é vantajosa.

3. Sustentabilidade

Quando pensamos em documentos e dados no meio físico, não temos como não relacionar com papéis. Iniciando um processo de transformação digital na sua organização, a consequência disso é o menor consumo de papel na sua empresa.

Ao utilizar uma solução de armazenamento de documentos digitais no cloud, você fica alinhado aos 3 pilares da sustentabilidade: gera impacto positivo no meio ambiente, no ambiente social e coletivo, e no departamento financeiro da sua empresa.

4. Facilidade de suporte e compatibilização

Você já deve ter enfrentados problemas de suporte, ou de integração, caso seus documentos estejam armazenados em um servidor próprio. Estou errada? Ou o tempo para a solução demorou demais, ou não foi possível atualizar para uma nova versão com mais funcionalidades, ou foi preciso lançar mão de outras tecnologias para que tudo funcionasse como o esperado. Esses são os cenários mais comuns.

Agora, se você passa a adotar o serviço de cloud para armazenar suas informações e sistemas, você elimina essas barreiras (e muitas outras). Isso ocorre porque ao se ter todas suas informações e softwares na nuvem, quando for necessário algum tipo de ajuda, ou alguma atualização, o serviço pode ser feito de qualquer lugar, desde que se tenha os devidos acessos. Sem falar no fato de que a nuvem se expande conforme a sua necessidade, ousaria dizer que ela tende ao infinito…hehhe. Muito mais simples não?

5. Transformação dos processos internos

Outro ponto positivo é que essa tecnologia é capaz de se integrar a diferentes sistemas e softwares, o que torna os processos mais inteligentes e mais eficazes. Dessa forma, você não precisa se preocupar se precisará trocar a ferramenta de trabalho de determinada área para só para que se integre com outra, e ainda elimina outro problema que costuma gerar conflitos: resistência a mudanças. A SML Brasil é expert em transformar processos ineficientes em processos inteligentes! 😉

6. Aumento da produtividade e da eficiência operacional

Com a migração sendo feita para o cloud, o foco de toda a empresa passa a ser o negócio. Com a economia de tempo gasto na administração da infraestrutura de TI, ideias e orçamentos podem ser explorados com atenção direcionada a estratégias de crescimento e geração de novos negócios. E mais: favorece a aproximação de todos os funcionários e clientes que precisam compartilhar documentos e informações, pois é possível executar tarefas de forma colaborativa em um ambiente seguro e eficiente na web, eliminando silos organizacionais e melhorando o engajamento de todos com o negócio.

Já, no que tange a eficiência operacional, quando encontramos mais facilmente as informações sem precisar recorrer a recursos morosos, ganhamos mais velocidade, tendo mais eficiência. Mais velocidade é sinônimo de lucro. Não é possível medir as perdas de um negócio não realizado. Por outro lado, é possível verificar as novas oportunidades proporcionadas pela virtualização de servidores e o uso de soluções em nuvem, com menos recursos. Isso permite às organizações acelerar suas operações e ganhar competitividade.

7. Facilidade na comunicação e mobilidade

Ponto já trazido anteriormente, mas que merece um destaque. Outra grande vantagem da utilização do cloud computing está na melhora da comunicação entre os colaboradores como um todo. Independentemente de a captura na ponta ser centralizada ou descentralizada, desde o início do processo há ganhos. Por exemplo, as filiais não precisam mais enviar malotes, cartas via Correios, entre outras formas de envio com os documentos físicos, pois, em qualquer local, os documentos podem ser digitalizados e as informações serão extraídas automaticamente, alimentando um repositório central.

Desse modo, em poucos minutos, a matriz tem as informações de todas as filiais. Além disso, todo o processo é simples e fácil. O acesso a documentos e informações pode ser feito a qualquer momento, de qualquer local do mundo, em qualquer equipamento, necessitando, apenas, de uma conexão de internet.

Migrar para cloud é uma oportunidade

Ao longo do texto, eu contei à você como o uso do cloud computing vem se incorporando nas organizações. Vale refletir que, ao levar em consideração o esforço demandado para a implementação de uma nova solução, bem como as inúmeras reuniões multidisciplinares necessárias, a adoção do cloud computing pode ser uma boa opção. Isso porque, nesses casos, ela ajuda a otimizar o tempo necessário, reduzindo-o significativamente. Outro benefício é o aprimoramento do foco no objetivo: a sua equipe passa a atuar focada nos seus reais objetivos, sem desperdiçar energia e recursos financeiros com assuntos periféricos. Resultado: melhora da produtividade e da eficiência organizacional.

Cada dia mais, optar por uma solução em cloud computing é escolher o top da categoria, pagando menos, sem desperdícios. Sendo assim, migrar para cloud não deve ser encarado como uma alternativa desnecessária, ou um capricho, mas sim como uma oportunidade de melhoria. A tecnologia está aí para ser utilizada a nosso favor, não contra. Se ela pode te auxiliar a ser mais produtivo, melhorar a comunicação, otimizar e agilizar processos, não deixe ela de lado. Você sabe bem as maravilhas que ela pode fazer por você.

Até mais!

Letícia Bragagnolo

View posts by Letícia Bragagnolo
Meu nome é Letícia Mattiuz Bragagnolo. Sou Engenheira Química, formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande Sul - PUCRS, com Especialização em Gestão Estratégica de Negócios pela mesma instituição Atualmente, faço Mestrado em Administração e Negócios também na PUCRS, além de exercer meu papel de Especialista em Projetos Estratégicos aqui na SML Brasil. Já atuei em muitas áreas de um negócio, sempre buscando otimizar e melhorar processos. Adoro aprender, ler e buscar desenvolvimento constantemente. E o que me move é a paixão por processos e pessoas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.