Conheça 5 desafios do setor de controladoria

Já imaginou uma empresa de sucesso sem um setor de controladoria eficiente? Eu diria que isso não é possível. Afinal de contas, essa área está diretamente ligada à contabilidade e à gestão de uma organização.

Mas afinal, você sabe o que faz a controladoria de uma empresa e quais são os desafios enfrentados por ela todos os dias? Foi pensando nisso que resolvi escrever esse texto. Ficou curioso? Para descobrir, continue me acompanhando!

O que faz a controladoria?

​​Antes de mais nada, saber o que esse setor faz é fundamental. Sendo assim, a controladoria é uma área da empresa que está diretamente ligada aos setores administrativo e financeiro. Cabe a ela as funções de controle, orientação, registro de atos e fatos ligados à administração econômica e financeira do negócio. Além disso, fica sob sua responsabilidade a análise de decisões sobre investimentos e melhores alternativas para pagamento de tributos. Em geral, é comandada por um controller, que no bom e velho português significa controlador.

E quais são os desafios do setor?

Só pela definição do que a área é responsável, já se imagina que desafios não faltam para o setor. Afinal, uma área que tem como papel controlar o andamento econômico-financeiro da empresa deve ter que lidar com situações adversas constantemente. Veja a seguir 5 desafios da área:

1. Tempo de consolidação de orçamentos

Por ser responsável pela consolidação do orçamento de toda empresa, já se imagina a dor de cabeça que o controlador tem, não é mesmo? Agora, imagine que a empresa tem como prática um orçamento colaborativo, no qual é necessária a contribuição dos gestores e de colaboradores para a entrega do documento. Certamente, a probabilidade de o orçamento atrasar é bastante alta…

Isso acontece porque quanto maior o número de pessoas envolvidas no processo, maior o trâmite e mais tempo demora para que tudo seja validado até chegar na versão final. Entre as alternativas, vale a pena considerar, até mesmo, a utilização de programas e softwares de gestão, como um BPMS, além da padronização de processos.

2. Projetar cenários de forma eficiente

O orçamento já passou por todos os profissionais necessários e já foi validado. Agora, imagine que houve uma mudança de cenário. Começar tudo novamente seria um erro, além de demorado, não é mesmo? Esse é outro grande desafio do setor de controladoria.

Uma forma de lidar com as inconstâncias do mercado é através da projeção de cenários. Não existe mágica e o futuro sempre é incerto. No entanto, é fundamental pensar em alternativas a mudanças que podem ocorrer. Assim, em hipóteses de ajuste do orçamento, algumas soluções já estarão desenhadas, economizando tempo, reduzindo custos, eliminando etapas, o que acaba por otimizar os processos do setor.

Veja também:

Gestão de processos na controladoria

3. Acompanhar os orçamentos planejados

Além de fazer o orçamento e revisá-lo quando for necessário, é importante que se mantenha um acompanhamento em relação ao plano proposto. Analisar se os resultados estão sendo satisfatórios ou se eles estão em desacordo com o objetivo faz parte da rotina do controlador.

Com isso, é possível identificar quais as tendências econômico-financeiras da organização, e aí que começa o desafio. Se o cenário estiver tendendo ao afastamento do objetivo, é preciso traçar planos para contenção de forma rápida, buscando ter novamente o controle da operação. Aqui está um bom exemplo da importância em se projetar cenários de forma eficiente.

4. Engajar colaboradores junto ao orçamento

Quantas vezes você já ouviu: “Não, não está contemplado no budget”? Eu diria que muitas vezes. Dessa forma, esse é mais um dos desafios do setor de controladoria: conseguir se comunicar de forma assertiva e engajar toda a empresa, para que se mantenha dentro do orçamento previsto, tanto no que diz respeito às despesas quanto à receita.

Esse engajamento dos colaboradores é fundamental para que o orçamento da empresa seja bem executado. Em situações nas quais a meta esteja abaixo da esperada, é necessário engajar para encontrar novas formas de gerar receitas. Agora, nos casos em que os gastos estejam muito acima, é necessário engajar para não estourar o orçamento.

Agora é fato: o equilíbrio dessa balança nunca é uma tarefa simples de ser executada. Portanto, quanto mais pessoas envolvidas e comprometidas com esse objetivo, melhor! 🙂

Veja também:

Comunicação e integração de pessoas: como fazer?

5. Facilitar a tomada de decisão

A rotina e o fluxo de trabalho nem sempre são fáceis de se gerenciar. Nesse contexto, um dos principais atributos, dentro da gestão e administração de uma empresa, é a tomada de decisão em tempo hábil. Isso porque, quanto mais rápido uma decisão for tomada mais tempo se economiza e mais rápidos os resultados aparecerão. Lembre-se do ditado popular: “tempo é dinheiro”!

Pensando nessa ideia, esse é outro desafio da controladoria: fornecer subsídios que auxiliem a tomada de decisão da gestão com facilidade e rapidez. Por isso, a área tem como responsabilidade desenvolver documentos e relatórios com informações referentes à gestão de risco, planejamento, previsibilidade, indicadores, entre outros. Assim, quando necessário, os gestores já possuem as informações mais importantes, podendo definir quais estratégia serão traçadas para atingir determinado resultado.

O que seria da sua empresa sem a controladoria?

Essa pergunta está diretamente ligada àquela do início do texto. Para que uma organização caminhe bem pelos seus cenários econômico-financeiros, é muito importante contar com o apoio da controladoria. Por isso, e por conta da sua relevância, esse setor carrega consigo muitos desafios.

No entanto, não veja o setor de controladoria apenas como uma área de suporte. Lembre-se que o trabalho dele está diretamente ligado a muitos dos resultados obtidos pela organização, seja através do fornecimento de relatórios para tomadas de decisão, ou da projeção de cenários e metas. E os desafios? Uma vez superados, ou pelo menos entendidos, ela tem muito a contribuir com o sucesso da sua organização.

Até mais!

Letícia Bragagnolo

View posts by Letícia Bragagnolo
Meu nome é Letícia Mattiuz Bragagnolo. Sou Engenheira Química, formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande Sul - PUCRS, com Especialização em Gestão Estratégica de Negócios pela mesma instituição Atualmente, faço Mestrado em Administração e Negócios também na PUCRS, além de exercer meu papel de Corporate Development & Strategy Consultant aqui na SML Brasil. Já atuei em muito seguimentos e áreas de um negócio, sempre buscando otimizar e melhorar processos. Adoro aprender, ler e buscar desenvolvimento constantemente. E o que me move é a paixão por processos, qualidade e pessoas.