Conheça nossos autores: com vocês, Letícia!

Não, você não errou de endereço. Sim, esse é o blog da SML Brasil. Sabe aquela máxima: ano novo, vida nova? Essa é a ideia…

Hoje, a intenção do blogpost é um pouco diferente. Sabemos que, todo dia, milhares de pessoas acessam nossos conteúdos, e assim ajudamos a melhorar o dia a dia delas. Porém, o quanto você conhece o autor do conteúdo? Foi pensando nisso e em nos aproximarmos de vocês, nossos queridos leitores, que resolvemos fazer alguns textos (curtos, eu juro!) falando um pouquinho sobre nossos autores incríveis!

Então, com vocês: Letícia!

Olá, eu sou a Letícia Mattiuz Bragagnolo, mas pode me chamar de Letícia (ou Lê/Leti para os amigos). Sou gaúcha (e colorada! Vamo Interrrr!!) de Porto Alegre, mas tenho minhas raízes bem italianas no interior do RS: Veranópolis. Daí, você já percebe que família é algo muito importante para mim.

Sou Engenheira Química de formação, mas quem me conhece mesmo diz que eu sou a Engenheira mais “Psicóloga” que existe. Isso porque eu amo lidar com pessoas – um tanto contraditório para quem veio de uma formação de exatas. Sou pós-graduada em Gestão Estratégica de Negócios e Mestranda em Administração e Negócios. Mas isso você já sabia, está lá em baixo, na minha bio “oficial”…

Olá, prazer. Eu sou Letícia
Alguns dos momentos que significam muito para mim

Amo aprender coisas novas, me desenvolver tecnicamente e pessoalmente. Talvez daí surja a minha necessidade de estar sempre estudando. Adoro ler, escrever, dançar, ver filmes e séries, apreciar bons vinhos e boas comidinhas (italiana ela). Além disso, amo viajar e, lógico, conhecer novos lugares, culturas e pessoas!

Uma viagem inesquecível

Falando em viagem, eu não posso deixar de contar sobre uma em especial. Ela foi um divisor de águas para mim: a Letícia de antes e a Letícia de depois. Foi em 2013, arrumei minhas malas e fui ficar 6 meses numa universidade nos Estados Unidos: Boise State University!

Uma viagem inesquecível
Alguns registros dessa viagem incrível!!

Na minha inocência, eu achava que ia ir para desenvolver apenas a língua inglesa. A realidade é que foi muito mais do que isso: aprendi muito mais sobre mim, sobre minhas qualidades, meus defeitos, meus limites, minhas habilidades e sobre outras culturas (obviamente), do que a língua em si. E aqui eu deixo uma dica: se você puder ter essa oportunidade de ouro, abrace-a! Depois, você me conta se valeu a pena ou não, combinado?

Letícia e sua relação com processos: quando começou?

Pára, pára, pára! Se você não sabe o que é processo, então não deixe de ver esse vídeo. Ele é bem curto (1 min), juro!

Agora sim, vamos falar da minha relação com processos. Pois bem, ela começou há muitos anos atrás. Sempre gostei muito de química. Juntamente com a matemática, ela era minha matéria favorita no colégio. Eu achava incrível como que misturando alguns elementos eles se transformavam em outros. Você já refletiu sobre isso?  Doideira né? Enfim, foi assim que surgiu a minha primeira paixão por processos: entrada de reagentes, saída de produtos.

Depois disso, eu comecei a reparar que tudo que fazemos no nosso dia a dia é um processo, e eu garanto a você: quando você vê sua rotina por essa perspectiva, lascou! Você foi contagiado pelo vírus processus eterni…

Quando passamos a ter uma “união estável” (eu e processos, tá)?

Até então, tudo não passava da minha curiosidade, observação e um pouco mais de reflexão. Contudo, foi na faculdade que a nossa relação (eu e processos) rumou para outro grau de maturidade. Basicamente, a Engenharia Química se resume em projetar, controlar e monitorar processos de transformação de matéria-prima em produto final. Sendo assim, eu passei 10 semestres da minha vida estudando o seguinte ciclo: entradas de matéria-prima, etapas de transformação, saídas de produtos finais (e resíduos, por que nada na química é 100% perfeito e puro).

Processo de Engenharia Química
A visão de um Engenheiro Químico de um processo de transformação de matéria-prima em produto final

Então, comecei a trabalhar na indústria, mais precisamente na área de qualidade. Novamente, o que entrava na pauta era otimização de processos e melhoria contínua. E não teve jeito, me apaixonei de vez pelo assunto. Ainda passei por alguns outros lugares até que parei aqui na SML Brasil. Aqui, eu pude mergulhar de cabeça no assunto e desenvolver ainda mais meus conhecimentos. Foi nesse momento, que a nossa união estável (eu e processos) sofreu mais um upgrade: passou para casamento mesmo!

Ainda não terminei…

E nem quero terminar. Como eu disse, eu amo aprender coisas novas e me desenvolver. Sou inquieta por natureza. Eu realmente acredito que estamos em eterna construção, que sempre estamos em busca da nossa melhor versão. E esse é outro ponto em comum com processos: busca por melhorias continuamente. Não adianta, nada tira da minha lógica a visão de processos. 

Já errei muito. Mas já aprendi muito com meus erros ao longo do caminho. Por isso, ainda quero realizar muitas coisas, tanto na minha vida profissional, como na pessoal. E não vejo isso como uma eterna insatisfeita, mas sim como a busca por uma nova versão, ainda melhor.

Sendo assim, muito prazer, eu sou a Letícia!

Ps.: fica aqui meu LinkedIn. Me adiciona lá e vamos conversar! 😉

Até mais!

Letícia Bragagnolo

View posts by Letícia Bragagnolo
Meu nome é Letícia Mattiuz Bragagnolo. Sou Engenheira Química, formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande Sul - PUCRS, com Especialização em Gestão Estratégica de Negócios pela mesma instituição Atualmente, faço Mestrado em Administração e Negócios também na PUCRS, além de exercer meu papel de Corporate Development & Strategy Consultant aqui na SML Brasil. Já atuei em muitos seguimentos e áreas de um negócio, sempre buscando otimizar e melhorar processos. Adoro aprender, ler e buscar desenvolvimento constantemente. E o que me move é a paixão por processos, qualidade e pessoas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.