Você sabe (mesmo) o que é um Fluxograma?

Se você possui dúvidas sobre a elaboração de um Fluxograma, está no lugar certo! Neste primeiro post, eu conto brevemente a história do Fluxograma e explico um pouco mais sobre essa notação de desenho de processos, onde usar e quais são os seus 28 símbolos (com nome e descrição do uso). Vem comigo!

A História do Fluxograma
Fluxograma, o que é?
Notação de Desenho de Processos – você sabia?
Quando usar – exemplos
Conheça os 28 símbolos

A histFrank Gilberthória do Fluxograma

Fluxogramas são usados desde 1921, quando Frank Gilberth, um engenheiro mecânico, apresentou a ideia pela primeira vez em sua apresentação chamada: “Desenho de processo – Primeiros passos para encontrar o melhor caminho”. Frank dedicou sua vida para estudar maneiras de aumentar a produtividade na indústria.

Fluxograma, o que é?

Fluxograma nada mais é do que uma maneira de representar um processo por meio de um desenho. É uma forma simples e fácil de identificar o fluxo com que as atividades acontecem, nele cada passo de um processo é representado por um único símbolo que possui uma resumida descrição.

Estes símbolos são padronizados e ligados por flechas que demonstram a direção do fluxo de atividades.

Além disso, Fluxogramas podem ser facilmente atualizados e sua notação é entendida em segundos, pois é uma ferramenta bem antiga que está muito bem popularizada. Por este motivo não é necessário que você utilize um programa especial, os símbolos utilizados no Fluxograma (ou seja, sua notação) estão disponíveis em programas como Word, Excel e Powerpoint, por exemplo.

Exemplo de um Fluxograma construído no Word. Fácil, não é?

O que talvez você não saiba sobre os Fluxogramas…

Fluxograma é uma notação de desenho de processo. Muitas pessoas acham que qualquer desenho de processo é um fluxograma, na verdade não é. Só será Fluxograma quando você utilizar os ícones da notação de Fluxograma (isso mesmo, com “F” maiúsculo)!

Assim como existe a notação de BPMN (Business Process Management Notation) e a notação de EPC (Event-Driven Process Chain), também existe a notação de Fluxograma! Todos são desenhos de fluxos de processo, mas não são todos fluxogramas. Entendeu?

Quando usar o Fluxograma

Fazer o desenho do processo por meio de um fluxograma pode ser relacionado a diversos benefícios, entre eles, gostaria de citar que essa boa prática pode ser usada para:

  • Conhecer o fluxo de atividades do processo;
  • Identificar onde o processo começa e onde ele termina;
  • Verificar quais os fornecedores e clientes de um determinado processo;
  • Relacionar quais as áreas fazem parte do processo;
  • Identificar os erros que existem no processo;
  • Identificar problemas em potencial;
  • Propor melhorias;
  • Propagar o conhecimento, pois a atividade estará documentada e servirá de apoio a quem desejar conhecer o fluxo de atividades de um determinado processo.

O significado dos símbolos de um fluxograma

Você sabia que existem 28 símbolos da Notação do Fluxograma? Eu pesquisei todos eles e compilei seus resultados neste PDF. Você pode baixar o arquivo no botão abaixo!

 

No próximo post, vou trazer exemplos práticos de como montar um Fluxograma – indicando as melhores ferramentas gratuitas para isso. Até lá!

 

 

Teste o Orquestra BPMS, software de colaboração de processos mais premiado do Brasil

O Orquestra BPMS ajuda você e sua empresa e organizar melhor o trabalho, reduzir desperdícios e padronizar como as coisas são feitas

Testar BPMS

View posts by
Meu nome é Bruna Amaral. Sou Engenheira de Produção, formada pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos. Possuo oito anos de experiência atuando em melhorias de processos de negócio em empresas de grande porte como: Ferramentas Gedore, AGCO do Brasil, John Deere e DHB Global. Sou auditora de processos formada pelo Instituto de Qualidade Automotiva (IQA) e apaixonada por Business Process Management.