SML Brasil apoia um mundo empresarial sem papel

O Dia Mundial sem Papel, comemorado no dia 04 de novembro e disseminado ao redor do mundo pela Association for Information and Image Management (AIIM)

É uma data na qual as organizações refletem sobre o uso e redução dos meios impressos, além de servir como o momento ideal para uma análise mais profunda sobre novas tecnologias que podem auxiliar na redução ou mesmo na eliminação do papel no ambiente corporativo.

Este é um tema amplamente discutido e não é de hoje. Nos anos 80, a revista The Economist afirmou em um de seus artigos: “organizações que querem melhorar sua produtividade devem reduzir o fluxo de papel, e, no final, aboli-lo completamente”. Alguns anos antes, em 1975, a Business Week publicou: “a tendência é que os escritórios eliminem completamente o papel e sejam 100% digitais até a metade da década de 90”. Apesar de nesta época não haver geração de papel como temos atualmente, já se tinha uma perspectiva de eliminação desse recurso.

No Brasil, o uso do papel para fins de impressão/escrita e papel cartão, os chamados papéis gráficos, correspondem a 37% da produção. Segundo dados da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), a produção de papel estagnou nos últimos anos e, em 2016, projeta-se até uma diminuição em comparação com os anos anteriores, especialmente para os fins gráficos, que são os mais utilizados nas empresas.

Esta diminuição na produção de papel vem ao encontro do crescimento significativo na busca por soluções paperless (que pode ser traduzido como ambiente sem papel) e este interesse está diretamente ligado aos aspectos de sustentabilidade.

Já é sabido que o impacto do papel não é apenas ambiental. O uso excessivo dele também pode afetar a produtividade de uma empresa, pois uma vez que é necessário a impressão de um documento para seguir com uma operação, todo o processo se torna mais lento. Além disso, os documentos impressos precisam de cuidados para não serem danificados, bem como um local adequado para o seu armazenamento, o que traz diversos custos e riscos para a empresa, dentre eles, consumo de espaço físico, gastos com manutenção e transporte de documentos, uma equipe dedicada, recursos para segurança das informações, dentre outros.

Nesse cenário, apostar em um ambiente corporativo sem papel é o mais certo a fazer e totalmente possível com a adoção de tecnologias que possibilitem uma companhia ser mais produtiva, ágil, econômica e responsável, tanto ambientalmente como socialmente. A combinação de soluções tecnológicas baseadas em ECM (sigla em inglês para Gestão de Conteúdo Corporativo) e BPM (sigla em inglês para Gerenciamento de Processos de Negócio), por exemplo, já são suficientes para chegar a tão almejada sustentabilidade empresarial.

A SML Brasil apoia o Dia Mundial sem Papel e incentiva ações como a da associação AIIM, que promoverá um evento online gratuito para discutir o tema no próximo dia 4, o ano todo. E você? O que a sua empresa tem feito para alcançar os benefícios do mundo sem papel?

Conheça também nossa solução BPM, o Orquestra BPMS: http://orquestrabpm.com/

Teste o Orquestra BPMS, software de colaboração de processos mais premiado do Brasil

O Orquestra BPMS ajuda você e sua empresa e organizar melhor o trabalho, reduzir desperdícios e padronizar como as coisas são feitas

Testar BPMS

View posts by
Sou Diretor de P&D e Inovação da SML Brasil, mestre em Engenharia de Produção pela UFRGS e consultor com mais de 15 anos de experiência em projetos de melhoria de processos de negócio (BPM) em organizações de grande porte no Brasil nos setores de varejo, educação, financeiro e área pública. Arquiteto e responsável pelo desenvolvimento do Orquestra BPMS, primeiro BPMS brasileiro. Sou responsável por 4 projetos de BPM vencedores do WfMC Awards in BPM & Workflow, América Latina, e também professor em cursos de pós-graduação, em cursos de certificação e palestrante em diversos eventos no Brasil, com foco em gestão de processos. Revisei e colaborei no ABPMP CBOK V3 edições brasileira e inglesa, a participei ativamente de diversos eventos da ABPMP Brasil. Possuo certificações CBPP, OCEB e MCSD.